O manual abrange todos os equipamentos (padrao e opcionais) disponiveis para esses modelos

Volkswagen Tiguan - Manual de Instruções (2016) > Roda sobressalente ou roda de emergência

Conhecimentos importantes sobre rodas e pneus
Fig. 269 No compartimento de bagagem: manípulo para fixação da roda sobressalente.

Remover a roda sobressalente

Guardar a roda substituída

Roda sobressalente diferente das rodas instaladas

Caso a versão da roda sobressalente seja diferente das rodas em uso, por exemplo, pneus de inverno ou a roda de emergência, a roda sobressalente somente poderá ser utilizada em casos de pane por um curto período e com condução cautelosa.

Se o veículo for conduzido com um reboque , a roda de emergência deve estar montada apenas no eixo dianteiro.

Ela deve ser substituída o mais rápido possível por uma roda de rodagem normal com capacidade de funcionamento.

Observar as orientações para condução:

A pressão do pneu da roda sobressalente ou da roda de emergência deve ser verificada juntamente com a pressão dos demais pneus de rodagem pelo menos uma vez por mês. A roda sobressalente recebe a máxima pressão dos pneus prevista para o veículo.

ATENÇÃO

Um uso inadequado da roda sobressalente ou da roda de emergência pode ocasionar a perda de controle do veículo, colisões ou outros acidentes e ferimentos graves.

  • Em nenhuma hipótese utilizar a roda sobressalente ou a roda de emergência se ela estiver danificada ou desgastada até os indicadores de desgaste.
  • Em alguns veículos, a roda sobressalente pode ser menor que o conjunto de pneus original. A roda sobressalente menor pode ser reconhecida por uma etiqueta adesiva e pela inscrição "80 km/h" ou "50 mph". Esta inscrição identifica a velocidade máxima com a qual o pneu pode rodar com segurança. A etiqueta adesiva não deverá ser coberta durante a utilização da roda.
  • Jamais conduzir em velocidade superior a 80 km/h (50 mph). Evitar arranques e frenagens bruscas, bem como curvas em alta velocidade.
  • Nunca dirigir mais de 200 km com uma roda de emergência, quando esta estiver montada no eixo de transmissão.
  • Trocar a roda de emergência o mais rápido possível por uma roda normal. A roda de emergência destina-se apenas para um uso breve.
  • A roda sobressalente ou a roda de emergência deve ser fixada sempre com os parafusos fornecidos de fábrica.
  • Nunca conduzir com mais do que uma roda sobressalente de tamanho diferente dos pneus do veículo.
  • Na condução com reboque, nunca montar uma roda de emergência sobre o eixo traseiro.
  • Nunca conduzir com mais do que uma roda sobressalente de tamanho diferente dos pneus do veículo.
  • Após a instalação da roda sobressalente, a pressão dos pneus deve ser verificada o mais rápido possível.

NOTA

A roda sobressalente não está equipada com o sensor da pressão dos pneus. Se a roda sobressalente estiver em uso, a luz de controle do sistema de controle dos pneus piscará após aproximadamente 10 minutos no display do instrumento combinado.

Se possível, fixar firmemente a roda sobressalente, a roda de emergência ou a roda substituída no compartimento de bagagem.

Em veículos com kit de reparo dos pneus, não é possível fixar a roda substituída.

Consulte mais informacao:

 Volkswagen Tiguan - Manual de Instruções (2016) > Danos nos pneus

Frequentemente, danos em pneus e aros ocorrem de forma imperceptível. Vibrações estranhas ou puxamento de um lado do veículo, podem indicar danos nos pneus. Se houver dúvidas de que uma roda possa ter sido danificada, reduzir imediatamente a velocidade! Verificar os pneus e os aros quanto a danos. Em caso de pneus danificados, não prosseguir e procurar imediatamente auxílio técnico especializado. Se nenhum dano for visível externamente, conduzir devagar e com precaução até a Concessionária Volkswagen ou empresa especializada mais próxima para o veículo ser verificado.

 Volkswagen Tiguan - Manual de Instruções (2016) > Inscrição dos pneus e tipo de pneu

Fig. 270 Inscrição dos pneus internacional. → Fig. 270 Inscrição dos pneus (exemplo) Significado 1 Nome do produto Denominação dos pneus individuais do fabricante. 2 DOT O pneu atende aos pré-requisitos legais do Ministério dos Transportes dos EUA responsável pelas normas de segurança dos pneus (Department of Transportation). 3 JHCO CHWS 2213 Número de inscrição dos pneus (TIN a) - em alguns casos, somente na parte interna da roda) e data de fabricação: JHCO CHWS Código da fábrica fabricante e dados do fabricante do pneu sobre as dimensões e características. 2213 Data de fabricação: 22ª semana do ano de 2013. Informações ao usuário final sobre valores de comparação entre os pneus básicos disponíveis (procedimentos de teste normatizados) 4 TREADWEAR 280 Expectativa de vida relativa do pneu com base em um teste padrão específico para os E.U.A. Um pneu com a especificação 280 se desgasta 2,8 vezes mais lentamente do que o pneu normal, com um índice Treadwear de 100. O respectivo desempenho do pneu depende das respectivas condições de utilização e pode variar significativamente dos valores normais devido o comportamento de direção, a manutenção, as diferentes particularidades da pista e as condições climáticas. 5 TRACTION AA Capacidade de frenagem do pneu em pista molhada (AA, A, B ou C). Essa é medida em condições controladas em pistas de testes certificadas. Pneus marcados com C têm uma potência de tração baixa. O índice de tração atribuído ao pneu é baseado em pistas de teste retas e não inclui a aceleração, saídas laterais em curvas nem a aquaplanagem e tração sob carga máxima. 6 TEMPERATURA A Resistência do pneu à temperatura em testes com velocidades mais elevadas (A, B ou C). Pneus com identificadores A e B superam os pré-requisitos legais. A avaliação da temperatura se baseia em pneus com a pressão correta e exclui o excesso de pressão. Velocidade excessivas, pressão incorreta e excesso de pressão podem ocasionar sozinhos ou em conjunto um aquecimento ou danos nos pneus. 7 88 H Índice de carga e código de velocidade. 8 Rotação e seta Identificação do sentido de rodagem do pneu. OU: Outside Identificação do lado externo do pneu. 9 MAX INFLATION 350 KPA (51 psi / 3,51 bar) Limitação para a pressão de ar máxima nos EUA. 10 M+S ou M/S ou Indicação para pneus adequados para o inverno (pneus para lama e para neve). Pneus com cravos são identificados depois do S com um E. 11 TWI Indica a posição do indicador de desgaste (Tread Wear Indicator). 12 Nome da marca, logotipo Fabricante. 13 Feito na Alemanha País de fabricação. 14 Identificação especifica para a China (China Compulsory Certification). 15 023 Identificação especifica para o Brasil. 16 E4 e4 0200477 Identificação segundo prescrições internacionais com número do país emissor da aprovação. Pneus aprovados conforme o regulamento ECE são identificados com E, pneus conforme o regulamento EG com e. Em seguida, segue o número de autorização multidígito. 17 RADIAL TUBELE Pneu radial sem câmara. 18 P 195 / 65 R 15 XL Descrição do tamanho: P Identificação para veículos de passeio. 195 Largura do pneu de lado a lado em mm. 65 Proporção altura e largura em % R Código do tipo de construção radial. 15 Diâmetro do aro em polegadas. XL Pneu de modelo mais robusto ("Extra Loa 19 CARGA MÁXIMA 615 KG (1235 LBS) Especificação para a capacidade máxima de carga por roda nos EUA. 20 SIDEWALL 1 PLY RAYON Especificações dos componentes da subestrutura do pneu:1 camada Rayon (seda sintética). TREAD 4 PLIES

 Škoda Karoq - Manual de Instruções > Bancos dianteiros

Introdução ao tema ATENÇÃO Ajustar o banco do condutor apenas com o veículo parado - caso contrário, existe perigo de acidente! Tenha cuidado ao regular o banco! Uma regulação descuidado ou sem controlo pode provocar ferimentos por esmagamento.

Manuais